Projeto educação ambiental na quarentena: inovação, conscientização e aproximação da Universidade

Atualizado: Fev 22

Vivemos um cenário crítico de falta de consciência ambiental. O modelo de sociedade em que vivemos hoje apresenta o que José Lutzemberger, agrônomo e precursor no movimento ambientalista brasileiro, chamou de “alienação ecológica”: vivemos desconectados e inconscientes do nosso papel e das consequências de nossas ações dentro do ambiente natural. Tal conjuntura se relaciona com a situação em que vivemos atualmente: mudanças climáticas aceleradas, destruição de ecossistemas, desaparecimento de espécies e uma pandemia global cujas origens estão diretamente ligadas à degradação ambiental.

O isolamento social, provocado pela pandemia do novo coronavírus, pôs uma pausa temporária aos encontros presenciais e hábitos comuns do cotidiano da sociedade como o de ir à escola. A situação trágica, entretanto, pode ser vista como uma oportunidade para refletir sobre antigos hábitos e discutir que mudanças deverão ser tomadas para que futuras epidemias e catástrofes ambientais possam ser evitadas.

Acreditamos fortemente no poder da educação como meio de transformação. Uma consciência ambiental crítica não será instaurada espontaneamente, mas sim por meio de programas de educação que estimulem todos (e principalmente os jovens) a refletir sobre as questões que vivemos.

Diante dessa situação, a Mandala Soluções em Engenharia Ambiental desenvolveu o projeto “Educação Ambiental na Quarentena”, o qual pretende trazer conhecimentos aprofundados acerca das questões ambientais contemporâneas e servir de auxílio aos professores no processo de geração de uma consciência ambiental crítica nas escolas. O projeto traz resultados para além do domínio escolar, refletindo nas diferentes esferas da sociedade e disseminando o conhecimento e o senso de responsabilidade ambiental. Além disso ele permite desenvolver o contato entre a Universidade e aqueles seus futuros alunos, estudantes do atual Ensino Médio.


Como funciona o projeto?

Desenvolvido desde maio, o programa “Educação Ambiental na Quarentena” é desenvolvido por meio de aulas remotas síncronas, dirigidas por membros da Mandala, estudantes de graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Existem dois pacotes: o pacote aulas e o pacote palestra.

O pacote aulas consiste em 4 aulas expositivas e interativas com duração de uma hora cada, abordando os seguintes temas:

PRIMEIRA AULA: SUSTENTABILIDADE E COVID-19

  • Apresentação da Mandala

  • Discussão sobre o cenário em que estamos inserido

  • A relação coronavírus e degradação ambiental

  • Degradação ambiental

  • Desmatamento

  • Zoonoses

  • Alimentação

  • Impactos na era do novo COVID-19

  • A presença de coronavírus no meio ambiente

SEGUNDA AULA: MUDANÇAS CLIMÁTICAS E O MUNDO PÓS-PANDEMIA

  • A ciência da mudança climática

  • Políticas de enfrentamento à mudança climática

  • Medidas de adaptação

  • Mitigação da mudança climática

  • Financiamento climático

TERCEIRA AULA: SANEAMENTO BÁSICO E O QUADRO BRASILEIRO

  • O que é o saneamento básico?

  • Quais são os serviços de saneamento básico?

  • A importância do saneamento básico

  • A relação saneamento básico e doenças (caso COVID-19)

  • O saneamento básico no Brasil

  • O futuro do saneamento básico no Brasil

QUARTA AULA: CONSTRUINDO HÁBITOS SUSTENTÁVEIS NOS DIAS DE HOJE

  • Compreensão do conceito de sustentabilidade

  • Princípios da Sustentabilidade

  • Legislação/ Política Nacional do Meio Ambiente

  • Ações sustentáveis

  • Cidades Sustentáveis

  • Agricultura Sustentável

  • Gestão de Recursos Naturais

  • Arquitetura sustentável

Já o pacote palestra é composto por uma aula de 2 horas que abordará uma série de conteúdos entre eles:

  • A relação coronavírus e degradação ambiental;

  • Impactos na era do novo COVID-19;

  • A presença de coronavírus no meio ambiente;

  • Mudança climática e o mundo pós-pandemia;

  • Sustentabilidade e COVID-19;

  • Construindo hábitos mais sustentáveis.

Todos os pacotes podem ser adaptados conforme o interesse e realidade da escola.

Qual o impacto do projeto até agora?

Até o momento, quatro escolas do Rio Grande do Sul aderiram ao projeto “Educação Ambiental na quarentena” sendo elas:

A relação coronavírus e degradação ambiental;

  • Colégio Bom Conselho, de Porto Alegre

  • Colégio São José, de Caxias do Sul

  • Colégio Santa Teresa de Jesus, de Porto Alegre

  • Colégio Província de São Pedro, de Porto Alegre

Através de 5 palestras ministradas, o projeto já atingiu mais de 400 pessoas, promovendo a conscientização ambiental para alunos do Ensino Fundamental e Médio.

Segue abaixo depoimentos de estudantes e professores:

O encontro no sábado propiciou aos alunos um momento de muita aprendizagem, pois puderam refletir sobre o meio ambiente antes, durante e após a pandemia. A palestra contribuiu significativamente para a introdução do projeto de pesquisa das pandemias do 8 ano. Professora Michele Steffens.

Ótima apresentação, bom conteúdo apresentado, palestrantes dedicados! Aprendi várias coisas novas e aprofundei meu conhecimento em outros assuntos! Estudante do Ensino Fundamental.

Palestra muito boa, na medida certa. A interação via chat proposta foi bem legal, os alunos mais tímidos não precisaram se expor. Gostei muito dos slides e das animações. Se fala muito em COVID, mas não na relação com o meio ambiente, a abordagem foi muito boa! Professor do Ensino Médio.

A palestra foi incrível, aprendi um monte de coisas novas. Elas souberam trazer informações de uma forma leve e divertida, envolvendo todo mundo. Estou procurando saber mais sobre o assunto a partir do que foi dito na apresentação. Foi ótima. Estudante do Ensino Médio.

Como trazer o projeto para a sua escola?

Ficou interessado? Que tal trazer esse tipo de conteúdo para a sua escola?Disponibilizamos opções de parcelamento flexíveis! Nossa missão é que a Educação Ambiental seja acessível a todos.

Entre em contato conosco através do e-mail contato@ejmandala.eco.br , ou pelas nossas redes sociais.

Para dúvidas específicas, entre em contato com a Diretora Comercial através do e-mail: daphne.calazans@ejmandala.eco.br